Membros do Fórum Africano de Regulação de Vacinas Reunidos em Maputo

Maputo, 13 de Fevereiro de 2018 – Cientistas, investigadores e especialistas de ensaios clínicos estão reunidos em Moçambique na reunião do Comité de Coordenação Técnica e do Comité Directivo do Fórum Africano de Regulação de Vacinas (AVAREF).

O objectivo do encontro é rever e aprovar vários documentos normativos, com destaque para o Plano Estratégico. Esta reunião decorre em Maputo, a capital moçambicana, de 12 a 16 de Fevereiro corrente e conta com o apoio técnico da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além dos membros dos dois comités, participam representantes de instituições de renome internacional com destaque para: 

  • Fundação Bill & Melinda Gates;  
  • Comunidades Económicas Regionais especializadas; 
  • Nova Parceria para o Desenvolvimento de África (NEPAD) e  
  • Agências especializadas no controlo da qualidade de Alimentos de medicamentos e de ensaios clínicos. 

Na sessão de abertura do encontro a Representante da OMS em Moçambique, Dra Djamila Cabral, manifestou a sua satisfação pelo facto de a AVAREF ter ampliado a sua área de acção que actualmente, para além de vacinas, inclui os medicamentos. “Com muito orgulho, gostaria de manifestar a disponibilidade da OMS em continuar a prestar assistência técnica a AVAREF, pois sentimos que o vosso trabalho tem impacto positivo nas comunidades vulneráveis”, disse a Dra Djamila.   

A AVAREF é uma rede de Autoridades Reguladoras Nacionais e de Comités de Ética dos países africanos. Foi criada pela OMS em 2006, como plataforma para desenvolver capacidades e promover a harmonização dos procedimentos de supervisão de ensaios clínicos na Região africana. 
Desde a sua criação a AVAREF tem desempenhado um papel crucial no desenvolvimento bem-sucedido de várias vacinas, nomeadamente a vacina conjugada contra meningococos A, cujo licenciamento reduziu drasticamente as epidemias de meningite meningocócica A na Região Africana da OMS.

A regulamentação das vacinas e dos medicamentos é uma área crítica, uma vez que os produtos médicos devem satisfazer exigências internacionais em termos de qualidade, segurança e eficácia, assim como estarem disponíveis, serem financeiramente acessíveis e utilizados de um modo racional. E uma das funções centrais da OMS é garantir que todos esses critérios sejam respeitados a quando do desenvolvimento e produção de vacinas e medicamentos.
 FIM/

Para informações adicionais, por favor, queira contactar: Rua Pereira Marinho, 280 . C.P. 377. Maputo,  Tel (258) 21 49 27 32/21492165, Fax (258 ) 21  49 19 90,  e-mail : afwcomz [at] who.int 

Click image to enlarge
For Additional Information or to Request Interviews, Please contact:
MOREIRA Maria Da Gloria

Telefone: 258- 21492733
Email: moreirag [at] who.int