Ação urgente a favor da saúde e do meio ambiente

Libreville, 9 de Novembro, 2018 – Ministros Africanos da Saúde e do Meio Ambiente   concordaram hoje um plano estratégico de 10 anos para aumentar o investimento e acelerar as prioridades conjuntas no sector da saúde e do meio ambiente.

O Plano de Acção Estratégico 2019 - 2029 para Ampliar as Intervenções na Saúde e o Meio Ambiente em África para a União Africana foi adoptado no encerramento da Terceira Conferência Interministerial sobre Saúde e Meio Ambiente, realizada na capital do Gabão, de 6 a 9 de Novembro.

O Primeiro Ministro do Gabão, Franck Emmanuel Issoze-Ngondet, disse: "Temos de ir mais longe, particularmente em termos de mobilização de recursos materiais e financeiros para a implementação de planos nacionais, mas também em termos de esclarecimento e partilha de responsabilidades".

Quase uma em cada quatro mortes prematuras em África estão ligadas ao meio ambiente e as mudanças climáticas ameaçam com aumentar o número de surtos e emergências de saúde nos próximos anos. Líderes africanos reconheceram a necessidade dos setores da saúde e meio ambiente trabalharem juntos desde a declaração de Libreville de 2008, e em 2010, a Declaração de Luanda levou à criação da Aliança Estratégica de Saúde e Meio Ambiente, que é vista como o camino a seguir.

"A Aliança Estratégica de Saúde e Meio Ambiente em África representa um modelo poderoso de parceria multissetorial, que é exatamente o que precisamos para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável", disse em um video o Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, Diretor-Geral da OMS.

Os Ministros concordaram fortalecer as estruturas políticas e os mecanismos institucionais para desenvolver intervenções mais integradas, bem como desenvolver plataformas inovadoras para o financiamento, incluindo mais recursos domésticos alocados em ações conjuntas no sector da saúde e do meio ambiente.

A rápida urbanização e a industrialização não planejada em África está aumentando o risco de doenças crônicas -como o câncer- e de doenças cardíacas.

“Devemos agir sobre a poluição do ar, o maior assassino de seres humanos, que causa 7 milhões de mortes anualmente em nosso planeta. Governos, empresas e cidadãos estão aumentando as respostas à poluição e à degradação do meio ambiente, mas precisamos fazer muito mais”, disse Erik Solheim, chefe do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.

“Existem exemplos inspiradores em toda África. Devemos aproveitar a oportunidade para compartilhar as melhores práticas e aprender juntos. Precisamos de ações urgentes, de grande escala e bem coordenadas. Precisamos aumentar os investimentos do governo e do setor privado. Juntos, podemos vencer a poluição e melhorar a saúde dos nossos cidadãos”, acrescentou.

Apoiado pela Organização Mundial de Saúde, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e os parceiros de desenvolvimento, o plano de ação pode mudar positivamente o curso do desenvolvimento sustentável em África.

"Um centavo economizado hoje evitando a prevenção é um centavo gasto amanhã com o aumento das contas hospitalarias, dias perdidos e custos de limpeza", disse a Dra. Matshidiso Moeti, diretora regional da OMS para África. “Precisamos de um novo modelo de negócios baseado em uma abordagem integrada para a programação e prestação de serviços.”

O custo econômico das mortes prematuras por poluição do ar é estimado em 450 bilhões de dolares. A perda econômica devido à falta de acesso a água potável segura e saneamento é estimada em 5 por cento do produto interno bruto da região.

O retorno do investimento em saúde e meio ambiente terá um impacto social e econômico significativo para África. Por exemplo, os benefícios da eliminação do chumbo na gasolina em escala global foram estimados em 2,45 trilhões de dolares por ano, salvando cerca de 1 milhão de mortes prematuras anualmente.

Os Ministros na conferência pediram ao Presidente do Gabão como país anfitrião que apresentasse o plano de acção estratégico para aprovação pela União Africana e os resultados irão fornecer contribuições valiosas para a quarta sessão da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente, de 11 a 15 Março de 2019 em Nairobi.

Sobre o Programa da ONU para o Meio Ambiente

O Programa da ONU para o Meio Ambiente é a voz global líder no sector do meio ambiente.  Fornece liderança e incentiva a parceria no cuidado do meio ambiente, inspirando, informando e permitindo que nações e povos melhorem sua qualidade de vida sem comprometer a das gerações futuras. O Programa da ONU para o Meio Ambiente trabalha com governos, o setor privado, a sociedade civil e outras entidades e organizações internacionais da ONU em todo o mundo.

Sobre a Organização Mundial da Saúde

A Organização Mundial da Saúde contribui para um futuro melhor para as pessoas em todos os lugares. A boa saúde estabelece a base para comunidades vibrantes e produtivas, economias mais fortes, nações mais seguras e um mundo melhor. Nosso trabalho toca a vida das pessoas ao redor do mundo todos os dias. Como a principal autoridade de saúde dentro do sistema das Nações Unidas, ajudamos a garantir a segurança dos medicamentos e vacinas que nos tratam e protegem, o ar que respiramos, a comida que ingerimos e a água que bebemos; e apoiamos os países para se prepararem e responderem aos surtos de doenças e emergências. Nosso objetivo é proporcionar a todas as crianças, mulheres e homens a melhor chance de levar uma vida longa, saudável e plena. Escutamos os países e monitoramos as tendências de saúde para descobrir o que precisa ser feito para proteger a saúde humana. Utilizamos as melhores evidências científicas disponíveis para estabelecer as formas mais eficazes de prevenir, tratar e curar problemas de saúde. A visão de saúde para todos não é mais um sonho, mas uma realidade concreta alcançável.

Click image to enlarge
For Additional Information or to Request Interviews, Please contact:
Sakuya OKA

Communications Manager
WHO Regional Office for Africa
Cell: +242 06 508 1009
Email: okas [at] who.int

Mohamed Atani

Head of Communication and Outreach, UN Environment, Africa Office
Email: mohamed.atani [at] un.org
 Tel: +254 (0) 727531253